Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zine de Pão

Caderno de notas sobre farinhas, leveduras e temperaturas

Zine de Pão

Caderno de notas sobre farinhas, leveduras e temperaturas

22.Set.17

Pessoas #2: Diogo Amorim

Hoje quero falar do Diogo Amorim. Suponho que as pessoas que lêem a Zine já o conhecem. Para os que não o conhecem estamos a falar de um dos melhores padeiros da atualidade em Portugal, senão o melhor.

DiogoAmorim.jpg

 

 Quem é?

O Diogo Amorim é fundador, criador, padeiro e moleiro na Gleba. Trabalhou em cozinha durante alguns tempos, passou pela cozinha do Heston Blumenthal no Fat Duck, onde (acho) que ganhou o gosto pelo pão, tirou o Mestrado em Ciências Gastronómicas e depois o resto é... sucesso. Abriu a Gleba no final do ano passado e fez Lisboa repensar como comiam pão.

Porque é que é inspirador para ti?

Pela sua humildade, curiosidade, coragem e preserverância. Pelo pão que faz. Por um ser um tipo 5 estrelas com o qual tenho o gosto de beber uma cerveja ou duas de vez em quando (Diogo, se estás a ler, temos mesmo de marcar a próxima!!) - imaginem só as nossas conversas, sobre farinhas, métodos de produção, etc. Não é fácil encontrar alguém que queira falar disto!

Criou um espaço totalmente contra-corrente, reeducou o consumidor, manteve-se firme à sua ideia e criou uma padaria brutal. Espero que as pessoas de Lisboa estejam cientes que o pão do Diogo, em especial o Barbela, está a anos-luz de muita coisa que se faz pela Europa. Felizmente tenho tido oportunidade de provar outros pães, durante estes quase 8 anos de obsessão pelo pão, e sou eu que vos dou a garantia que temos a felicidade de ter hoje em Lisboa dos melhores pães que já provei. 

Vou provavelmente usar esta expressão muitas vezes nesta coluna das pessoas... mas o Diogo é O Maior. A sério. E sabem o que é melhor? Isto é só o início. 

Onde o posso encontrar? 

Vejam o pão que ele faz no Instagram @gleba_padaria e metam um like nas fotos. Caso passem por Lisboa passem pela Rua Prior do Crato N16. Se acharem que Alcântara é longe, do not despair, o pão do Diogo vende-se na Mercearia Criativa, Mercearia da Mila, Rota do Sul e no meu bairro, aqui na Ela Canela. Não deixem de visitar o site da Gleba para perceberem mais sobre o projecto: www.gleba-nossa.pt .

2 comentários

  • Perfil Facebook

    Paulo Sebastião 25.09.2017 11:34

    Olá!

    Sim, vale mesmo muito a pena. Uma maneira de ajudar a divulgar é partilhar este post com os seus amigos no Facebook :)

    Cumprimentos
    Paulo
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.